• Site
  • Twitter
  • FB
  • Tumblr
  • Inst
  • Youtube

domingo, 25 de março de 2018

Livros da Magnolia Cartonera vão entrar para o acervo da Berkeley na Califórnia e Chapel Hill na Carolina do Norte

Livros da Magnolia Cartonera que foram enviadas para a Biblioteca da Universidade de Berkeley na California

No começo do mês de março de 2018, partilhamos aqui no blog nossa gigantesca alegria em saber que nossos livros foram adquiridos pela British Library, para compor seu acervo de autores e autoras latino-americanos. Ficamos felizes, emocionados e pra lá de realizados pois é uma conquista maravilhosa para nós. Mas essa emoção agora se multiplicou! Após a British Library adquirir nossos livros, o sistema de bibliotecas de duas universidades norte-americanas se interessaram em adquirir as cartoneras e as zines da Magnolia Cartonera, para integrá-las aos seus acervos. 
A Berkeley, Universidade da Califórnia (Berkeley, University of California) tem Coleções de Estudos Latino Americanos, e é responsável pela aquisição de lotes de cartoneras - nossos tão amados livros independentes e sustentáveis, feitos com capas de papelão - de vários países, autoras e autores da América Latina como Paraguai, Bolívia Uruguai, México e Cuba. 

Livros da Magnolia Cartonera vão fazer parte da coleção de livros latino-americanos da Biblioteca da Universidade de Berkeley na California 

Dessa vez, a Berkeley vai adicionar ao seu acervo de cartoneras, os cinco títulos lançados pela Magnolia Cartonera, editora artesanal de Curitiba, no Paraná, que criamos em 2014 para lançar os muitos livros que temos idealizados. São eles: 

As cartoneras são consideradas publicações com recursos úteis para pesquisa e ensino, então é do interesse da Berkeley adicioná-las ao ser acervo e disponibilizá-las para pessoas interessadas em conhecê-los e estudá-los. Eles também são considerados livros raros, tanto pelo meio como eles são feitos (o papelão como matéria prima para as capas), pela escala de produção e forma de venda/distribuição, tudo por conta de seus próprios autores e autoras. Na Berkeley há bibliotecários exclusivos dedicados para as coleções originárias da América Latina. E as coleções na UC Berkeley Libraries (sistema de Bibliotecas da Universidade de Berkeley) são abertas aos usuários e acadêmicos, estudantes e visitantes. 
Ao comprar livros de autoras e autores latinos, e disponibilizar para seus usuários, bibliotecas como a Berkeley e a British Library - para onde nossos livros também seguiram viagem - têm o compromisso em preservar a memória e a história de vários países da América Latina, se comprometem com a preservação de temas, de estudos, de referências, de temas que estão em voga no nosso dia a dia, além de serem um retrato da memória dos países e de sua história atual.
A Berkeley é frequentemente classificada entre as melhores universidades do mundo e a principal universidade pública dos Estados Unidos. Na década de 1960, a Berkeley ficou particularmente conhecida pelo Movimento da Liberdade de Expressão, bem como pelo Movimento Anti-Guerra do Vietnã, liderado por seus estudantes. No blog da Biblioteca da Berkeley, o bibliotecário Liladhar R. Pendse conta sobre o sonho que ele tem de deixar uma coleção de cartoneras como um legado para o acervo da Biblioteca da Berkeley.
"Eu decidi criar uma coleção sustentável de livros de papelão - Livros Cartoneros de diferentes partes da América Latina. Meu sonho é pelo menos deixar uma boa coleção desses livros na coleção analógica da UC Berkeley Library." (Liladhar R. Pendse - Bibliotecário da Berkeley)

Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill 

Todas as edições da Magnolia Zine e do Zine Bibliotecas do Brasil vão fazer parte do acervo do sistema de bibliotecas da UNC Chapel Hill na Carolina do Norte

A Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill (The University of  North Carolina at Chapel Hill) também adquiriu nossas publicações. A UNC Chapel Hill Libraries (sistema de bibliotecas da universidade) adquiriu todo o nosso catálogo de zines que é composto por 7 edições da Magnolia Zine (do nº 1 ao nº7 lançadas entre janeiro de 2017 até março de 2018) e a edição #1 do Zine Bibliotecas do Brasil. Essas publicações são projetos ativos da Magnolia Cartonera, dedicados ao incentivo à leitura e ao universo da partilha de livros e de conhecimentos, e que terão continuidade ao longo de 2018. Confira cada uma delas:


A Biblioteca da UNC - Chapel Hill está classificada entre as principais bibliotecas universitárias da América do Norte e é uma das principais bibliotecas do sul dos Estados Unidos. Ela também é um dos mais importantes destinos de pesquisa para estudantes, estudiosos e pesquisadores. Faz parte de seu sistema a Wilson Library, uma biblioteca que abriga materiais raros e únicos. Agora todas as edições de zines da Magnolia Cartonera vão integrar a Biblioteca da UNC - Chapel Hill. Que incrível reconhecimento do nosso trabalho! É absolutamente maravilhoso saber que uma biblioteca internacional vai abrigar em suas Coleções Especiais publicações que criamos, pensamos, elaboramos e desenvolvemos desde seus temas, assuntos, textos, até a criação da identidade visual, impressão, confecção e venda. Além dos nossos livros cartoneros que são coletados, cortados, pintados e costurados à mão, nossos zines também são costurados de forma artesanal. Por aqui, nós ficamos maravilhados, emocionados e cada vez mais surpresos com os vôos que nossas criações estão fazendo. A Biblioteca da UNC - Chapel Hill realiza oficinas para ensinar a comunidade leitora a fazer seus próprios zines, além de fazer exposições com a variedade de zines da Sloane Art Library para inspirar as pessoas que visitam o local. A Biblioteca da UNC Chapel Hill tem as seguintes descrições para zines:

- Zines são pequenos livros e revistas auto-publicados, com obras de arte e textos usados ​​para divulgar arte, idéias e informações.

- Zines são auto-publicados ou publicados por pequenas editoras e editores independentes. A auto-publicação permite que vozes marginalizadas se expressem além das restrições da mídia convencional e também permite que os autores assumam o controle do processo de publicação. Zines também apresentam uma alternativa ao mundo hierárquico e mercantilizado da grande mídia.

- Zines não são comerciais e são impressos em pequenos números, circulando apenas através de redes específicas. São publicações underground que tendem a ter audiências de nicho.

- Zines fornecem um veículo para idéias, expressão e arte. Eles constroem conexões entre pessoas e grupos de pessoas, e fornecem modos de comunicação além da disseminação de informações. - Há exceções para todas as regras e, embora muitas tenham características compartilhadas, não há uma definição formal de zine.




Daniele Carneiro - Bibliotecas do Brasil | Magnolia Cartonera
Fotos: Daniele | Juliano Rocha
contato@bibliotecasdobrasil.com

Contato

Fale com a gente


Localização

Portão - Curitiba/PR - Brasil

Email

contato@magnoliacartonera.com