• Site
  • Twitter
  • Facebook
  • Tumblr
  • Instagram
  • Youtube

Quem somos

Livros de papelão


Nossa história

Em 2015 montamos a Magnolia Cartonera, a editora do blog Bibliotecas do Brasil para publicar os diversos títulos que temos em mente.

Escolhemos o nome Magnolia Cartonera pelo simbolismo da flor de magnólia que representa perseverança, e é a nossa motivação para publicar livros independentes com recursos próprios. Com a fundação da Magnolia Cartonera conseguimos partilhar com mais pessoas nossas ideias e experiências, nossas criações e histórias. Na Magnolia Cartonera nossos livros são produzidos de forma sustentável, praticando a reciclagem e com qualidades criativas, artesanais e artísticas que fazemos com toda a nossa dedicação e habilidades para tornar a experiência da leitura ainda mais especial para nossas leitoras e leitores.

Magnolia Cartonera

Autores

Daniele Carneiro

Daniele Carneiro

Juliano Rocha

Juliano Rocha

NOSSA HISTÓRIA

Como chegamos aqui


Eventos

  • 2014

    Fundamos a Magnolia Cartonera

    Em 2014 montamos a Magnolia Cartonera, nossa editora para publicar os diversos títulos que temos em mente.

  • 2014

    Conheçemos os livros cartoneros em Porto Alegre

    Em maio de 2014 tivemos a oportunidade de entrar em contato com o movimento cartonero em uma viagem a Porto Alegre. Os livros cartoneros são feitos com capas de papelão reutilizado, onde autora(e)s, poetas e artistas publicam suas criações a partir de um processo de encadernação artesanal, com o menor custo possível de produção e venda.

  • 2013

    Criamos a ação Leia, Empreste ou Devolva

    Criada em setembro de 2013 a iniciativa voluntária 'Leia,Empreste ou Devolva' do blog Bibliotecas do Brasil tem como objetivo facilitar as atividades das pessoas que querem montar bibliotecas livres ou realizar ações de partilha de livros. Nós oferecemos gratuitamente recursos visuais e um tutorial para montagem de bibliotecas que podem ser baixados no site e impressos para utilização.

  • 2012

    Criamos o blog Bibliotecas do Brasil

    O blog Bibliotecas do Brasil foi criado em 2012, a partir da nossa vontade de divulgar ações simples, porém encantadoras de pessoas das mais variadas regiões do Brasil e do mundo. No blog divulgamos bibliotecas livres e comunitárias, projetos e ações independentes de partilha de livros, além de lançamentos de livros de pessoas envolvidas com esses projetos. As bibliotecas públicas e privadas que conhecemos ao longo desses anos, e que têm um comprometimento legítimo com a comunidade, e criatividade em trazer leitores para dentro de seus espaços também são divulgadas em nosso site.

  • 2012

    Criamos a Biblioteca Comunitária do Sítio Vanessa

    Entre os anos de 2011 e 2014 ajudamos a fundar e manter a Biblioteca Comunitária Sítio Vanessa, uma biblioteca livre na área rural de Morretes, Serra do Mar do Paraná.

Livros lançados

  • 2016

    Eles Chegaram!/No Terminal Juliano Rocha

    São 2 livros em 1, um conto com 12 ilustrações de página inteira sobre um diálogo em um mundo pós-apocalíptico e um quadrinho sobre os diversos mundos que se encontram em nossas viagens diárias pelos transportes coletivos.

  • 2016

    Guia Prático para Bibliotecas Comunitárias Daniele Carneiro

    O 'Guia Prático para Bibliotecas Comunitárias' tem 6 capítulos com 100 páginas + 2 posters internos com conteúdos inéditos, que funcionam como ferramentas para que as pessoas possam começar as suas bibliotecas comunitárias autogeridas e independentes. O conteúdo do livro também é dedicado às pessoas que já começaram uma biblioteca, bibliotecas escolares e aquelas que querem retomar ou dar continuidade aos seus projetos e atividades de incentivo à leitura.

  • 2015

    Ideias para bibliotecas livres Daniele Carneiro e Juliano Rocha

    'Ideias para bibliotecas livres' funciona como um manual prático que permite a quem o ler transformar a vontade de criar uma biblioteca livre ou ação de incentivo à leitura em realidade. O livro tem 11 capítulos, com 88 páginas + 2 posters internos com vários conteúdos inéditos que funcionam como ferramentas para que as pessoas possam começar as suas bibliotecas livres hoje mesmo.

  • 2014

    Cartonera Bibliotecas do Brasil Daniele Carneiro e Juliano Rocha

    Cartonera Bibliotecas do Brasil é o primeiro livro publicado pelo blog Bibliotecas do Brasil. O livro possui 80 páginas com textos dos editores do blog, Daniele Carneiro e Juliano Rocha, além de conter ilustrações do Juliano nas páginas internas. Foram selecionados textos de nossa newsletter Bibliotecas do Brasil Inbox e junto a eles foi adicionado um texto inédito de cada autor.

Números da Magnolia Cartonera

livros ecológicos
230
livros vendidos e contando
livros únicos e numerados
20
estados já receberam cartoneras
Quem comprou gostou
68
cidades receberam cartoneras

NOSSOS LIVROS

Livros cartoneros


quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Guia Prático para Bibliotecas Comunitárias


O livro cartonero Guia Prático para Bibliotecas Comunitárias de autoria de Daniele Carneiro, editora do blog Bibliotecas do Brasil e co-fundadora da editora independente Magnolia Cartonera, o livro foi escrito para motivar e fornecer informações e recursos para quem quer montar uma biblioteca comunitária independente. 
As dicas do livro são abrangentes e podem ser utilizadas por outras bibliotecas e também em bibliotecas escolares por professoras e quem trabalha com escolas.


O 'Guia Prático para Bibliotecas Comunitárias' tem 6 capítulos com 100 páginas + 2 posters internos com conteúdos inéditos que funcionam como ferramentas para que as pessoas possam começar as suas bibliotecas comunitárias autogeridas e independentes. O conteúdo do livro também é dedicado às pessoas que já começaram uma biblioteca, e aquelas que querem retomar ou dar continuidade aos seus projetos e atividades de incentivo à leitura.

Conteúdo do livro


Capítulo 1. Estrutura, montagem e organização da biblioteca

Nesse capítulo você encontrará 24 tópicos explicados detalhadamente pela autora sobre a montagem de uma biblioteca comunitária do zero. Entre os tópicos você lerá sobre a escolha de um local para montar a biblioteca, a montar a lista de móveis, de materiais e de livros, a pensar nos tipos de bibliotecas comunitárias existentes e a traçar o perfil da sua biblioteca. O capítulo tem informações sobre documentação da biblioteca, limpeza, organização do espaço e iluminação, além de várias dicas importantes sobre instalações elétricas e hidráulicas

Capítulo 2. Cuidados com a biblioteca e dicas de segurança

O 2º capítulo tem 12 tópicos descritos em detalhes, e são os cuidados e precauções que as pessoas interessadas em montar bibliotecas comunitárias precisam ter. Você lerá sobre chuvas, enchentes e inundações, desabamentos e também sobre incêndios, problemas que são constantes em todos os tipos de bibliotecas, e que podem ser evitados ao colocar ações de prevenção em prática. A autora Daniele pesquisou dicas de prevenção, de segurança e de cuidados com os móveis, com o entorno da biblioteca para tornar o ambiente o mais seguro possível para quem trabalha no local e para a comunidade leitora. Você já pensou em tornar a sua biblioteca mais quentinha no inverno e um oásis no verão? Essas e várias outras sugestões estão no capítulo.



Capítulo 3. Serviços e funcionamento

Nesse capítulo são 10 tópicos abordados e explicados de forma minuciosa, referentes aos serviços prestados pela biblioteca comunitária que você pretende montar, sobre cordialidade no atendimento, como lidar com telefone celular na biblioteca e com crianças desacompanhadas com telefones celular. O livro aborda dois dos temas mais estimados pelo blog Bibliotecas do Brasil: o empréstimo facilitado de livros e as bibliotecas com horários amigáveis.

Capítulo 4. Os perigos para uma biblioteca e como evitá-los

São 4 tópicos abordados no capítulo, que explicam como manter a independência e a autonomia da sua biblioteca, como se previnir contra o proselitismo religioso e partidário e como proteger a sua biblioteca de aproximações oportunistas. Há várias outras dicas sobre como manter a integridade do seu espaço de leitura, e previnir investidas oportunistas, além de reflexões aprofundadas sobre os usos nocivos que envolvem persuassão, intrusão, propaganda não solicitqada e apropriação de bibliotecas e projetos de incentivo à leitura por parte de organizações religiosas, de candidatos e/ou partidos políticos.


Capítulo 5. Um pensamento sobre acessibilidade

O capítulo inteiro é uma reflexão sobre a importância da acessibilidade, tema que tem sido abordado em vários textos do blog Bibliotecas do Brasil, sobre como é fundamental que ela esteja presente nas bibliotecas, sobre como não devemos mais tolerar que debates sobre acessibilidade em bibliotecas sejam ignorados ou silenciados.

Capítulo 6. Biblioteca de Mulheres Protagonistas


Capítulo Especial: Biblioteca de Mulheres Protagonistas

 'Ainda que a sociedade, a mídia e o senso comum tentem colocar as mulheres em discordância e imponham limites para o nosso campo de atuação, o fortalecimento da luta pelos direitos das mulheres deve ser uma causa de todas nós. Nós precisamos incentivar e fortalecer espaços culturais onde a voz das mulheres são ouvidas, onde as vozes são predominantes. Por isso decidi escrever um capítulo com muitas ideias, sugestões para programações especiais dedicadas às mulheres, modificações e ações que podem ser feitas dentro de bibliotecas comunitárias para ampliar a participação das mulheres. São ideias que pretendem ajudar a desenvolver as habilidades das mulheres dentro do campo de atuação que desejarem, e incentivá-las a se tornarem leitoras atuantes'.

No livro  a autora também dedicou textos para quem deseja tornar as atividades de sua biblioteca comunitária voltadas para as mulheres da comunidade leitura, incluindo aquelas que estão em situação de vulnerabilidade e mulheres que precisem de incentivo e recursos para gerar renda.
São textos que convidam leitoras e leitores a fazer uma revisão em seus preconceitos, incentivam o apoio, o resgate e a tolerância, e também fornecem instrumentos para que as bibliotecas comunitárias possam auxiliar as mulheres a enfrentar situações difíceis. O capítulo tem 11 tópicos que trazem assuntos para inspirar pessoas que queiram fazer programações literárias especiais dedicadas às mulheres em suas bibliotecas.

Livros Cartoneros


As capas são feitas com caixas de papelão reutilizadas, pintadas e costuradas à mão. O conteúdo interno é o mesmo em todos os livros, mas as capas nunca se repetem o que torna o seu exemplar único. Caixas de papelão são cortadas, pintadas e costuradas à mão por Dani Carneiro e Juliano Rocha, transformando-se em belíssimos livros, mas também de extrema utilidade para quem quer montar sua biblioteca comunitária independente. O livro tem em média 34 cm de largura por 24cm de comprimento, mas dependendo do papelão que coletamos esse tamanho varia em alguns poucos centímetros para mais ou para menos. Toda a linguagem visual do livro foi desenvolvida por Juliano Rocha, editor do blog Bibliotecas do Brasil.

Como comprar

  • Cada exemplar do 'Guia Prático para Bibliotecas Comunitárias' custa R$30,00 com frete grátis para todo o Brasil
  • Você pode pedir o seu livro através do email contato@bibliotecasdobrasil.com
  • O pagamento pode ser feito em depósito bancário na Caixa Econômica Federal ou via Mercado Pago que aceita cartões de crédito, boletos e outras formas de pagamento. Informe por email qual a forma de pagamento que você prefere e a quantidade de exemplares, na sequência nós te passamos todas as informações para efetuar a compra

Sobre a autora 

Daniele Carneiro é criadora do blog Bibliotecas do Brasil, editora e autora com 3 livros independentes lançados através do blog e da Magnolia Cartonera, da qual também é co-fundadora.

Há 5 anos coleta relatos e histórias sobre bibliotecas e projetos independentes de incentivo à leitura e partilha de livros, desenvolvendo conteúdo inédito e informativo que tem publicado no blog Bibliotecas do Brasil.
Esteve envolvida na criação e desenvolvimento de várias bibliotecas comunitárias independentes e minibibliotecas em comércios de Curitiba e no litoral do Paraná.
Seus textos são voltados a despertar o interesse das pessoas para ações de partilha de livros, incentivá-las a começar seus próprios projetos que valorizem a leitura por prazer e a autonomia, a convivência e o bem estar através da busca pelo conhecimento que considera uma atividade apaixonante.

Contato: contato@bibliotecasdobrasil.com
Instagram: @bibliotecasbr @askforjazz


Livros publicados pela Magnolia Cartonera e blog Bibliotecas do Brasil: 

Eles Chegaram!/No Terminal


Juliano Rocha, artista plástico e editor do blog Bibliotecas do Brasil, lançou no dia 15 de agosto de 2016 o seu primeiro livro cartonero. Com 2 livros independentes escritos e editados em co-autoria, lançados pelo blog Bibliotecas do Brasil e pela editora Magnolia Cartonera, esse é o seu primeiro livro solo.
A primeira parte do livro é o conto de ficção pós-apocalíptico ‘Eles Chegaram!’. O conto mostra um dia na vida de um homem de origem desconhecida que tem um diálogo metafísico com criaturas brutas, incompreensíveis e pavorosas, e a partir dessa conversa serão definidos os novos rumos da humanidade. O conto tem 12 ilustrações de página inteira


A segunda parte do livro trará aos seus leitores a história em quadrinhos ‘No Terminal’ inteiramente criada e ilustrada por Juliano. A história apresenta em recortes momentâneos, as vidas das pessoas que precisam se locomover pela cidade através do transporte público diariamente, e reflexões sobre como as pessoas vivem nos centros urbanos. Cenas de solidão e velhice, indigência e indiferença, violência e solidariedade são testemunhadas dentro dos ônibus da cidade e a cada parada nos pontos.

'São 2 livros em 1, um conto com 12 ilustrações de página inteira sobre um diálogo em um mundo pós-apocalíptico e um quadrinho sobre os diversos mundos que se encontram em nossas viagens diárias pelos transportes coletivos. É tão bom poder soltar para o mundo pedaços de minha alma, criações que nascem dentro da mente, são cultivados e que por causa de nosso trabalho com uma editora independente podem ser colocados ao público sem nenhum filtro. As publicações cartoneras permitem exatamente isso: artistas publicando livros da forma como imaginam, sobre os temas que bem desejarem. E o melhor de tudo, quando você compra um livro cartonero, tenha certeza de que todo o dinheiro vai para o produtor de conteúdo'.
Livros cartoneros: as capas são feitas com caixas de papelão reutilizadas, pintadas e costuradas à mão. O conteúdo interno é o mesmo em todos os livros, mas as capas nunca se repetem o que torna o seu exemplar único. Além de ter escrito e ilustrado o conto e os quadrinhos de 'Eles Chegaram!/No Terminal', Juliano também faz a pintura de todas as capas dos livros cartoneros produzidos pelo blog Bibliotecas do Brasil e pela Magnolia Cartonera.
Caixas de papelão são cortadas, pintadas e costuradas artesanalmente, transformando-se em belíssimos livros. O livro tem em média 34 cm de largura por 24cm de comprimento, mas dependendo do papelão coletado esse tamanho varia em alguns poucos centímetros para mais ou para menos.

>

'Eles Chegaram!/No Terminal' de Juliano Rocha

  • Os livros cartoneros são vendidos pela Internet através do email contato@bibliotecasdobrasil.com - Peça o seu.
  • Cada exemplar do livro custa R$15,00 com frete grátis para todo o Brasil

Pagamento
O pagamento pode ser feito em depósito bancário na Caixa Econômica Federal ou via Mercado Pago que aceita cartões de crédito, boletos e outras formas de pagamento. Informe por email qual a forma de pagamento que você prefere e a quantidade de exemplares, na sequência nós te passamos todas as informações para efetuar a compra.

Ideias para bibliotecas livres

O novo livro cartonero do blog Bibliotecas do Brasil é um lançamento da nossa editora a Magnolia Cartonera, que criamos para lançar os livros que pretendemos colocar para circular em breve. 'Ideias para bibliotecas livres' funciona como um manual prático que permite a quem o ler transformar a vontade de criar uma biblioteca livre ou ação de incentivo à leitura em realidade. O livro tem 11 capítulos, com 88 páginas + 2 posters internos com vários conteúdos inéditos que funcionam como ferramentas para que as pessoas possam começar as suas bibliotecas livres hoje mesmo.


Livros cartoneros, livros artesanais: as capas são feitas com caixas de papelão reutilizadas, pintadas e costuradas à mão. O conteúdo interno é o mesmo em todos os livros, mas as capas nunca se repetem o que torna o seu exemplar único.


O livro tem em média 33 cm de largura por 25cm de comprimento, mas dependendo do papelão que coletamos esse tamanho varia em alguns poucos centímetros para mais ou para menos. 


O livro 'Ideias para bibliotecas livres' tem capas que são obras de artes únicas. Caixas de papelão são cortadas, pintadas e costuradas à mão por Juliano Rocha e Dani Carneiro, transformando-se em belíssimos livros, mas também de extrema utilidade para quem quer montar sua biblioteca livre ou ação de incentivo à leitura, por um preço acessível - os livros custam apenas R$22,00 com frete grátis para todo o Brasil.

Conteúdo do Livro


Bibliotecas livres

Os 11 capítulos abrangem textos que explicam de maneira prática como montar bibliotecas livres e independentes, como cuidar delas e dar continuidade à iniciativa. Nós colocamos várias dicas importantes sobre como arrecadar livros, como encontrar lugares para montar bibliotecas livres, como organizar o acervo e como envolver as pessoas no seu projeto. Tem também várias dicas para fazer cartazes, carimbos e convites e como utilizar a internet para promover a biblioteca livre ou projeto de incentivo à leitura.


Deixamos as folhas de rosto do livro cartonero poéticas com a presença de um João de Barro para apresentar às pessoas que nos leem as ideias e orientações de montagem de bibliotecas livres e ações de incentivo à leitura. Toda a produção editorial do livro é baseada em pássaros.


Posters internos - Tutorial ilustrado sobre como montar uma biblioteca livre e o cartaz da iniciativa Leia, Empreste ou Devolva que pode ser fixado em qualquer espaço de leitura que faça empréstimo livre, para você começar a sua biblioteca livre hoje mesmo

Ação de livros livres


Em um passo-a-passo bem fácil de colocar em prática, explicamos como realizar ações e feiras de livros livres, como torná-las interessantes, como partilhar livros através de ações organizadas e também de maneira individual no dia a dia.

Doação consciente de livros x doações problemáticas


Capítulos repletos de dicas essenciais tanto paras as pessoas que possuem bibliotecas ou querem montá-las quanto para pessoas que querem doar livros. Passamos várias dicas sobre como conscientizar as pessoas sobre a melhor doação para sua biblioteca livre.
Explicamos como falar sobre os livros e materiais que são os ideais para a sua biblioteca. Como usar o bom senso na hora de selecionar o material para doar para bibliotecas e como doar livros onde eles são realmente necessários, afinal essas são atitudes fundamentais para o desenvolvimento dos espaços de leitura.
Passamos orientações para pessoas que coordenam bibliotecas sobre como dizer ‘não’ para doações problemáticas. Dicas sobre como lidar com grandes doações de livros que não se encaixam no perfil da biblioteca e que chegam de forma repentina, e sobre o posicionamento que as bibliotecas podem desenvolver em relação aos livros didáticos.


Livros Didáticos


No livro publicamos capítulos com dicas de extrema utilidade para quem administra espaços de leitura, bibliotecas livres e comunitárias e têm dúvidas em relação ao recebimento de doações de livros didáticos escolares, livros técnicos acadêmicos, apostilas de cursinhos de idiomas e pré-vestibular,  revistas semanais, livros jurídicos e grandes coleções de enciclopédias. Também há muitas dicas para quem precisa doar livros de maneira consciente, e colaborar diretamente com o desenvolvimento das bibliotecas sem fazer doações problemáticas. 
Em 'Ideias para bibliotecas livres' você vai encontrar orientações para não acumular livros, como selecionar livros antes de doar, como encaminhar livros antigos para doação, sugestões sobre o que fazer com livros danificados. São dicas importantes tanto para pessoas que coordenam bibliotecas quanto para pessoas que querem fazer doação.

Reciclagem e bibliotecas livres


Abrangentes informações sobre reciclagem de livros e revistas. Falamos sobre a parceria que bibliotecas livres e comunitárias podem fazer com cooperativas de reciclagem e sobre a correta destinação de materiais que já não servem mais para a leitura. Refletimos sobre a importância da profissão das catadoras e catadores de material reciclável e agentes ambientais, e como parcerias com cooperativas e catadores do bairro podem ajudar a desenvolver espaços de leitura e fortalecer a sustentabilidade.

Manual de sobrevivência às eleições para bibliotecas livres e independentes


Biblioteca não é comitê de candidato político. Bibliotecas laicas e livres. Dicas para proteger a sua biblioteca ou projeto de incentivo à leitura do oportunismo eleitoral. Como evitar a exploração por parte de partidos políticos e instituições religiosas. Orientações para quem quer manter a liberdade e a autonomia de se manter longe de interesses eleitoreiros, partidários e religiosos.

Bibliotecas livres e laicas

Um dos capítulos do livro cartonero 'Ideias para Bibliotecas Livres' é sobre como proteger e evitar a exploração de bibliotecas livres, comunitárias e projetos de incentivo à leitura por organizações religiosas que passam por cima de tudo e todos para impor suas crenças.



Livros cartoneros



São livros feitos com capa de papelão reutilizado, onde autoras e autores, poetas e artistas expressam sua arte e publicam suas criações a partir de um processo de encadernação artesanal com o menor custo possível de produção e venda. O movimento cartonero começou na Argentina no começo dos anos 2000. Leia mais sobre os livros cartoneros.

Pintura das capas e costura artesanal



Valor do livro e envio


O livro “Ideias para bibliotecas livres” custa R$22,00 com frete grátis para todo o Brasil. O envio é feito através dos serviços dos Correios. As formas de pagamento são através de depósito bancário na Caixa Econômica Federal ou via Mercado Pago que aceita todos os cartões de crédito e boleto bancário (enviamos um link para que a pessoa possa efetuar o pagamento). Avise-nos pelo email contato@bibliotecasdobrasil.com quantos livros você deseja comprar e a forma de pagamento que você prefere, o seu nome completo e endereço com CEP. Na sequência enviamos os dados da conta para depósito ou o link para pagamento.



Peça já o seu! ;)


Cartonera Bibliotecas do Brasil




Cartonera Bibliotecas do Brasil é o primeiro livro publicado pelo blog Bibliotecas do Brasil em formato cartonero. Os livros cartoneros nasceram na Argentina em meio à uma crise econômica, e como a necessidade é a mãe da invenção, escritores e poetas independentes começaram a produzir livros impressos em pequenas gráficas e com as capas feitas de papelão, normalmente reciclado, pintadas uma a uma. Cartoneras são as mulheres que recolhem recicláveis e principalmente papelão nas ruas de Buenos Aires.

Verso da Cartonera Bibliotecas do Brasil

Interior

Capas dos livros cartoneros produzidos pelos autores do blog Bibliotecas do Brasil, Daniele Carneiro e Juliano Rocha



Essas foram as primeiras capas produzidas em Agosto de 2014.


O livro possui 80 páginas com textos dos editores do blog, Daniele Carneiro e Juliano Rocha, além de conter ilustrações do Juliano nas páginas internas. Foram selecionados textos de nossa newsletter Bibliotecas do Brasil Inbox e junto a eles foi adicionado um texto inédito de cada autor. Os livros possuem uma capa única pintada por Juliano Rocha sobre os papelões reciclados das ruas de Curitiba. As páginas são costuradas à mão nas capas pela Dani Carneiro.


A venda desses livros irá nos ajudar a conhecer pessoalmente as pessoas que propiciam o acesso aos livros livres e conversar, olhos nos olhos, com as pessoas que estão fazendo uma mudança na vida de tantos outros com a literatura por todo o Brasil e pelo mundo afora. Vamos colocar o Bibliotecas do Brasil Em Toda Parte.


Dentro da Cartonera Bibliotecas do Brasil você encontrará 80 páginas com as ilustres presenças deTruman Capote - Mandela - Livros Livres - Woody Allen - Basquiat - Camus - Stamira - Doação - Bibliotecas Livres - Direitos dos Animais - Drauzio Varella - Buñuel - Biblioteca Escolar - Futuro - Thoreau - Moradores de Rua - Direitos Humanos - Bill Clinton - Solidariedade - Jazz - Arte - Diários - Literatura - Cinema e Textos Inéditos.

Como comprar

  • Nos eventos que participamos. Sempre levamos alguns exemplares para serem vendidos, estes livros só poderão ser pagos em dinheiro;
  • Pela internet. Enviamos via Correios para aqueles que preferem comprar pela internet. 
Cada livro custa R$22,00 com frete grátis para qualquer lugar do Brasil. O pagamento pode ser feito em depósito bancário ou via Mercado Pago (que aceita cartões de crédito e boletos). Para comprar, é só enviar um e-mail do número de exemplares que deseja, seu nome e endereço para contato@bibliotecasdobrasil.com  e enviaremos os dados da conta ou o link do PagSeguro para seu e-mail.

Conheça o processo de criação da Cartonera Bibliotecas do Brasil:

contato@bibliotecasdobrasil.com
Fotos: Daniele Carneiro e Juliano Rocha


Detalhe da costura da capa

LIVROS CARTONEROS

O que são


O começo

O movimento cartonero nasceu na Argentina em meio à uma crise econômica no começo dos anos 2000. Com a falta de dinheiro para a produção e impressão, vários artistas independentes começaram a produzir livros por conta própria, de forma artesanal, impressos em pequenas gráficas, reutilizando papelão para a confecção das capas, que geralmente são pintadas uma a uma e costuradas, possibilitando dessa forma livros com capas únicas.

Cartoneras

A palavra cartonera veio da palavra 'cartón' que é o papelão em espanhol. Cartoneras e cartoneros são as pessoas que trabalham recolhendo materiais recicláveis e principalmente papelão nas ruas de Buenos Aires. Há muitas editoras cartoneras que trabalham na edição de livros escritos por catadora(e)s de recicláveis ou compram papelão que é coletado por essa(e)s trabalhadora(e)s.

Liberdade

Os livros cartoneros valorizam a autonomia e a liberdade de artistas que atuam conforme a sua realidade, a sua escrita, a sua ideologia e o local onde vivem, geralmente fora das já consolidadas e demarcadas cenas literárias. Eles são também uma ferramente poderosa para ampliar o trabalho de autoras e autores que estejam interessados em publicar seus escritos imediatamente. As editoras cartoneras são uma via para quem deseja trilhar um caminho alternativo, sem a necessidade de buscar as editoras tradicionais.

Independência

Fazer um livro cartonero além de ser uma atitude de independência é também um ato de resistência, onde os artistas têm a oportunidade de seguir adiante de uma forma alternativa, mesmo quando enfrentam situações difíceis - como o exemplo da crise econômica argentina.

Voz

Como a internet dá voz para todas as vozes, os livros cartoneros dão voz à todas as pessoas, sejam elas escritoras, poetas e artistas, que fazem dessas publicações um meio para queseus trabalhos sejam conhecidos. Hoje em dia existem editoras cartoneras em vários cantos do mundo, e de maneira criativa utilizam as mídias digitais e gráficas para realizarem seus trabalhos.

Acessível

Livros cartoneros proporcionam liberdade para escolher qualquer tema ou linguagem que possa ser impressa pintada e colada entre as capas de papelão. O mundo cartonero possui um perfil igualitário, você é livre para expressar sua criatividade no meio impresso. Qualquer pessoa pode publicar de forma barata e com poucos recursos tecnológicos e dessa forma ter suas criações apreciadas.

Contato

Fale com a gente


Localização

Vila Cubas - Curitiba/PR - Brasil

Email

contato@magnoliacartonera.com